O prefeito do município de Castelo do Piauí, José Ismar Lima Martins, Dr. Zé Maia será julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Piauí na próxima sexta-feira (19), sob a acusação de abuso do poder econômico, de poder político, de autoridade, captação ilícita de sufrágio e conduta vedada a agente público. 

O processo de impugnação de mandato do atual prefeito foi marcado para julgamento na última terça-feira (16) e a defesa do prefeito tem a expectativa de reformar a decisão prolatada no dia 21 de fevereiro de 2014 pelo juiz da 34º Eleitoral Dr. Leonardo Brasileiro.



Na decisão o juiz determinou novas eleições e que o presidente da câmara de vereadores assumisse a prefeitura até a realização de novas eleições. Após, essa decisão o prefeito e seu vice ingressaram na justiça eleitoral de 2º instancia com recurso pedindo a reforma da decisão bem como a manutenção do prefeito no cargo por decisão liminar. 

A liminar foi concedida no dia 25 de fevereiro, quatro dias depois da cassação, mantendo o prefeito Dr. Zé Maia no cargo até então.

Em primeira instância, a cassação do prefeito só foi possível, com as provas juntadas nos autos por Edmilson Abreu (PT), Rossi Melo (PSB), vereadores da oposição e outros membros da Coligação “A vontade do povo por um Castelo novo” que ingressou com a ação no dia 07 de janeiro de 2013, pedindo a cassação do prefeito pelas supostas praticas ilícitas nas eleições de 2012.
O mototaxista e comerciante da comunidade Corcundo, conhecido por Gilmar,foi assassinado com uma facada no peito quando cobrava o pagamento de uma cerveja  a um homem identificado como Romerito.
Revoltado com a cobrança que lhe foi feita, Romerito partiu pra cima de Gilmar e já foi logo lhe aplicando um golpe fatal de faca na altura de seu peito. Esse crime aconteceu durante uma partida de futebol, na zona rural de Campo Maior.

Gilmar era dono de um bar na comunidade Corcundo e tinha vendido uma cerveja fiado a Romerito há vários dias. Ao Vê-lo participando do movimento no jogo de futebol, Gilmar resolveu perguntar quando ia ser pago o débito. Revoltado, Romerito sacou de uma faca e partiu pra cima de Gilmar. Os dois trocaram socos e pontapés, mas Romerito acabou  acertando uma punhalada faltal em Gilmar que morreu no local. Ele ainda foi socorrido,mas não resistiu. 


O vice-prefeito da cidade de Cocal de Telha, Manoel Candeia, sofreu na noite desta quarta feira,17, um grave acidente na BR 343 que cruza o município, localizado no norte do estado.

Ele pilotava uma moto, quando foi de desviar de uma carroça que trafegava pelo asfalto no perímetro urbano. Ao fazer o desvio, Manoel Candeia foi colhido por uma carreta Scânia que vinha logo atrás e bateu em cheio em sua moto. O Vice-Prefeito caiu no chão gravemente ferido e sangrando muito. Ele quebrou os dois braços, duas costelas foi socorrido por populares que o encaminharam direto para o HUT em Teresina


   






























Um incêndio de grandes proporções atingiu as terras pertencentes ao agricultor João dos Marques, residente no Povoado Montanha, município de Jatobá.

Francisca, filha de João Marques, disse que foram momentos de terror vividos pela família ao ver a plantação ao redor de sua casa, em chamas.Ela comentou: "eu e meus pais vivemos momentos apavorantes! Um fogo que até agora ninguém sabe de onde e como veio parar dentro do nosso terreno. O fogo se espalhou rapidamente,tentamos de todas as maneiras controlar,vizinhos ajudaram,mas não teve jeito".

O dono da terra disse que  fogo engoliu 8 hectares, onde tinha canos de irrigação que ficaram completamente destruídos. O fogo também consumiu vários pés de cajú, banana,forragem de milho e capim.


O prejuízo do agricultor fica em torno de 20 mil reais e só não foi maior, por que dentro do terreno não tinha animais pastando, o  que teria agravado ainda mais as consequências deste incêndio. Não se sabe de onde partiu o fogo, mas os proprietários estão investigando nas proximidades do terreno.

O vaqueiro  campomaiorense Fernando Paz Araújo, 42 anos, conhecido como "Ararinha", foi morto por engano, no assentamento Santana Nossa Esperança, na zona rural de Teresina. 

Segundo informações da polícia, o alvo do assassino era um amigo da vítima, conhecido como Raimundo Vaqueiro que estaria fugindo de três homens e se escondeu no quintal de Ararinha. O trio chegou em frente à casa e, quando o morador abriu a porta, efetuou vários disparos atingindo Fernando três vezes. A esposa dele, que estava no imóvel, presenciou tudo e se escondeu atrás da geladeira para não morrer. 
A mulher de Ararinha foi embora da residência com a filha do casal de 7 anos, deixando para trás os animais que pertencem a eles. Os vizinhos não querem falar sobre o caso com medo de represálias. 
A polícia afirma que o principal suspeito é um homem identificado como José Carlos da Silva, vulgo Negão do São Pedro, que teria matado há 20 dias, um desafeto identificado como Francisco das Chagas Alves da Silva, na Vila Maria Luiza, uma comunidade vizinha ao assentamento.
Ararinha era muito conhecido em Campo Maior e em outras cidades por participar de vaquejadas e já ganhou muitos prêmios em disputas de corrida de gado. Nascido e criado em campo Maior, Ararinha estava morando em Teresina com sua família, justamente no sítio em que foi assassinado por engano.Ou seja, morreu de graça sem ter nada a ver com a confusão dos desafetos.
Na foto Abaixo, o assassino de Ararinha. Esse bandido é conhecido como "negão do São Pedro"


Com informações do Cidade Verde
O repórter Moisés Lopes, da cidade de Piripiri, registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia do município contra o Deputado Estadual Marden Menezes. Moisés acusa o deputado de tê-lo ameaçado em público quando o mesmo estava em uma praça ao lado de amigos e foi peitado pelo parlamentar  que tocou em seu ombro e fez as seguintes afirmações: " Não mexe comigo não !  Toma cuidado!

O repórter Moisés Lopes disse que antes de ser abordado pelo deputado, ele passava pelas mesas, cumprimentando as pessoas, fazendo sua campanha. Na mesa a qual  estava Moisés com amigos, ele 'pulou' ao repórter  e ao seu  George e seguiu cumprimentando o restante das pessoas da mesa. 

A desavença entre o deputado Marden Menezes e o repórter de Piripiri começou quando Moisés Lopes  fez uma matéria investigativa e de utilidade pública,na qual mostrava os mais de cem milhões, em emendas parlamentares, a disposição dos parlamentares da Assembléia  Legislativa do Piauí. A matéria revelou que  a cidade de  Piripiri não foi beneficiada com nenhum centavo pelo deputado que é filho da terra.

Marden Menezes nega as acusações de ameaças denunciadas pelo repórter e disse que vai entrar com um processo na justiça contra Moisés Reis.
A cidade de Campo Maior  está dentro do cronograma de segurança onde atuarão as tropas federais da PF e do exército Brasileiro para garantir a segurança das eleições gerais deste ano. Famosa por ser uma cidade de política acirrada e com histórico de disputas onde já houve até anulação do pleito, o município pode ser alvo de aliciadores profissionais de votos que contratam até capangas para intimidar o eleitor e os concorrentes de outros partidos.

Um agravante em Campo Maior é o  possível envolvimento de pessoas ligadas à segurança pública do estado no processo eleitoral. São agentes públicos que levantam bandeiras partidárias, sobem em palanques e podem até perseguir eleitores e candidatos adversários,principalmente nos dias mais próximos do pleito,onde ocorre geralmente abuso de autoridade e até atos de violência.
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Edvaldo Moura, reuniu nesta quarta-feira (17), representantes das polícias Militar, Federal, Rodoviária Federal, Civil, exército, Procuradoria Regional Eleitoral, para divulgar o planejamento da atuação policial durante a s eleições. Cerca de 6 mil homens devem atuar no estado com o objetivo de combater crimes eleitorais a compra de votos, boca-de-urna, transporte ilegal e alimentação de eleitores.

PRF
A Polícia Rodoviária Federal irá atuar com dez postos-base pelo estado e outros cinco serão montados em municípios onde há histórico de transporte de eleitores. "A PRF vai trabalhar para que as pessoas se desloquem com segurança para os seus locais de votação, além de combater o transporte ilegal de eleitores", ressaltou o inspetor Tony Carlos.

PF
A Polícia Federal irá começar a trabalhar no a segunda-feira anterior ao pleito, dia 29 de setembro, e atuará até a segunda-feira seguinte (6). As equipes irão se deslocar para locais estratégicos. Haverá uma equipe em Floriano, Bom Jesus, São Raimundo Nonato, Corrente, Campo Maior; duas em Picos, três em Parnaíba e cinco em Teresina. Ao todo, serão
quinze delegados, quinze escrivães e mais de 30 agentes. A PF informa que só irá apurar as denúncias que estiverem formalizadas e não serão atendidas denúncias anônimas.

Tropas Federais
O Tribunal Regional Eleitoral já havia aprovado o pedido de envio de forças federais para vinte Zonas Eleitorais do interior do Estado do Piauí. Os pedidos foram encaminhados pelosJuízes Eleitorais para garantir o livre exercício do voto, a normalidade da votação e da apuração do resultado das Eleições de 2014. O envio das tropas federais deverá ainda ser aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os magistrados argumentaram a existência de um tradicional clima de tensão, intranquilidade e acirramento de ânimos no período que antecede o pleito eleitoral, bem como a insuficiência de policiais para garantir a segurança nos municípios.
Por unanimidade, o TRE-PI aprovou o envio de tropas federais para as seguintes Zonas Eleitorais, as quais englobam 64 municípios: 4ª ZE: Parnaíba e Ilha Grande; 12ª ZE: Pedro II, Milton Brandão, Domingos Mourão e Lagoa de São Francisco; 13ª ZE: São Raimundo Nonato, Cel. José Dias, Dom Inocêncio e São Lourenço; 14ª ZE: Uruçui; 20ª ZE: São João do Piauí, Campo Alegre do Fidalgo, João Costa, Pedro Laurentino, Lagoa do Barro do Piauí, Capitão Gervásio Oliveira e Nova Santa Rita; 22ª ZE: Corrente e Sebastião Barros; 23ª ZE: Santa Filomena; 32ª ZE: Altos, Coivaras e Pau D'arco do Piauí; 35ª ZE Gilbués, São Gonçalo do Gurgueia e Barreiras do Piauí; 36ª ZE Canto do Buriti, Brejo do Piauí, Pajeú do Piauí e Tamboril do Piauí; 38ª ZE: Paulistana, Acauã, Betânia do Piauí, Jacobina do Piauí e Queimada Nova; 40ª ZE: Fronteiras, São Julião, Alegrete do Piauí e Caldeirão Grande do Piauí; 53ª ZE: Cocal e Cocal dos Alves; 54ª ZE: Demerval Lobão e Lagoa do Piauí; 58ª ZE: Monsenhor Gil, Curralinhos e Miguel Leão; 59ª ZE: Cristino Castro, Alvorada do Gurgueia, Santa Luz e Palmeira do Piauí; 62ª ZE: Picos, Dom Expedito Lopes e Geminiano; 65ª ZE: Francisco Santos, Monsenhor Hipólito e Santo Antonio de Lisboa; 94ª ZE: Monte Alegre do Piauí; e 95ª ZE: Anísio de Abreu, Bonfim do Piauí, Dirceu Arcoverde, , Fartura do Piauí, Jurema, São Braz do Piauí e Várzea Branca.
Um idoso morreu carbonizado dentro do próprio quarto no município de Caxingó, na região de Parnaíba. O aposentado morava sozinho e dormia sob a luz de lamparina  o que ocasionou o incêndio. 
O aposentado foi identificado como Francisco das Chagas Rodrigues, 65 anos, e morreu queimado enquanto dormia em  cima de uma cama, no povoado Alegre da Ema, zona rural da cidade Caxingó. 

Foto: Proparnaíba



O candidato do PSB ao Senado, Wilson Martins, lidera as intenções de voto em pesquisa estimulada do Instituto Data AZ em todo o Piauí. Em Teresina, o candidato Elmano Ferrer está na frente. No total geral da pesquisa realizada entre os dias 11 e 15 deste mês Wilson tem 38,82% contra 36,12% de Elmano Férrer (PTB).


A distância entre os dois – de 2,70% está abaixo da margem de erro da pesquisa (de 3,22% para mais ou para menos), o que indica um empate estatístico na disputa. Na capital Elmano aparece com 51.44% e Wilson Martins acom 34.77%.

Os indecisos na sondagem estimulada são 15,04%, enquanto somam 6,76% os que dizem não votar em nenhum dos candidatos.


O candidato do PSTU, Geraldo Carvalho, é citado por 1,35% dos entrevistados, enquanto Gustavo Henrique, do PSC, tem 1,03%. Os candidatos Professor Claudionor (PPL) e Aldir Nunes (PCB) foram lembrados, respectivamente, por 0,48% e 0,40% dos eleitores.

Elmano ganha na pesquisa Espontanea

Se na pesquisa estimulada há um empate técnico com vantagem de 2,70% para Wilson Martins, na espontânea o empate persiste, mas a vantagem muda de lado, favorecendo a Elmano Férrer.

O petebista tem 28% das intenções de voto na pesquisa espontânea, quando o nome do candidato não é apresentado aos eleitores entrevistados. Ele está a uma distância de 2,30% de Wilson Martins, que tem 25,7% das intenções de voto.

Os eleitores indecisos somam 40,25%, enquanto 3,66% dizem que não votam em nenhum dos candidatos.

Geraldo Carvalho, do PSTU, tem 0,95% das intenções espontâneas de voto, seguido por Gustavo Henrique (0,88%), Professor Claudionor (0,24%) e Aldir Nunes (0,16%). Um certo Rubem foi citado por 0,16% dos entrevistados.

Rejeição

Wilson Martins é o mais rejeitado entre os candidatos a senador na pesquisa realizada em todo o Estado, excetuando Teresina: 18,93% dizem que não votariam nele para o cargo.

O segundo em rejeição é o ex-prefeito Elmano Férrer, com 11,22%, seguido por Gustavo Henrique, com 5,17%.

Os candidatos menos rejeitados são Aldir Nunes (1,43%), Professor Claudionor (3,34%) e Geraldo Carvalho (4,69%).

Há 30,47% dos eleitores que não sabem ou não respondem sobre em quem não votariam para senador e 24,74% que dizem não rejeitar nenhum dos nomes postos.

Elmano lidera em Teresina com mais de 16 pontos

O ex-prefeito de Teresina, Elmano Férrer lidera a corrida pelo Senado entre os eleitores de Teresina com vantagem de 16,67%. Ele tem 51,44% das intenções de voto em pesquisa estimulada, contra 34,77% de Wilson Martins.

Na pesquisa estimulada em Teresina, os eleitores indecisos somam apenas 2,01% e os que dizem não votar em nenhum dos candidatos chegam a 4,60%.

O candidato Geraldo Carvalho tem 3,45%, seguido por Gustavo Henrique (2,59%), Aldir Nunes e Professor Claudionor, de 0,57% cada.

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea entre os eleitores da capital, a distância entre Elmano e Wilson é de 13,22%. Elmano tem 47,13% das intenções de voto contra 33,91% de Wilson. Os indecisos somam 8,91%.

Geraldo Carvalho tem 3,16%, Gustavo Henrique, 2,59%.

Aldir Nunes e Professor Claudionor aparecem ambos com 0,57% e foi citado ainda o nome de um certo Rubem, com 0,29%.

Rejeição

O mais rejeitado entre os teresinenses na corrida pelo Senado é o ex-governador Wilson Martins: 30,46% dos eleitores da capital dizem que não votariam nele para o cargo. O ex-prefeito Elmano Férrer vem a seguir, com 17,53%.

O candidato Gustavo Henrique é o terceiro mais rejeitado, com 10,92%, enquanto 12,93% não sabem ou não opinam sobre em quem não votariam para senador e 10,34% não rejeitam nenhum dos nomes em disputa.

Os menos rejeitados para o Senado entre os teresinenses são os candidatos Aldir Nunes (3,16%), Professor Claudionor (4,89%) e Geraldo Carvalho (9,77%).


Fonte :portalaz
Venha conferir a seção de viagens do Armazém Paraíba de Campo maior. Aqui você encontra malas de todos os tamanhos e modelos com descontos de até 50%. E mais, você ainda parcela suas compras em até 10x nos cartões Paraíba, Visa, Credishop e Mastercard.
Não perca tempo e venha correndo visitar nossa seção de viagens!




















Surgiu forte no Piauí, a campanha para mudar critérios de escolha de conselheiro do TCE. Representantes de várias entidades, inclusive do TCE, querem excluir o item ‘Quem Indica”, da questão política. 
O político sai da escolha entre parlamentares e o técnico, de lá de dentro do TCE, com a ascensão dos técnicos da casa.

O movimento teria que mudar a forma de escolha no resto do país, inclusive para as vagas do Tribunal de Contas da União. 
Valtânea Alvarenga, a presidente do TCE, que esteve presente ao movimento, acha que a ação não pretende mudar a Constituição Federal (e nem conseguiria), mas a forma de escolha no item político.


E o movimento quer vigorar a nova fórmula de escolha já na saída do conselheiro Anfrisio Neto, que se aposenta por esses dias. 
A vaga dele é de indicação do governador do Estado.


Uma ação no Supremo Tribunal Federal pede o afastamento da Conselheira Lílian Martins, que renunciou ao mandato de deputada estadual e foi graciosamente indicada ao cargo eterno de conselheira por seu marido, que na época era governador do Piauí, Wilson Martins.
  A nova escolha para conselheiro do Tribunal de Contas do Estado promete ser muito acirrada, por que vai ficar entre o interesse dos deputados e das entidades que exigem uma nova forma na escolha, contemplando técnicos da área e não políticos alçados ao cargo, na base do prestígio eleitoral. 


Um casal foi feito de refém dentro de sua residência em José de Freitas. Marido e mulher foram vítimas de um assalto praticado por dois bandidos encapuzados que chegaram no local usando uma moto. Eles  invadiram a residência e interrogaram a família sobre um suposto dinheiro. Os dois assaltantes ficaram  meia hora na residência afirmando que sabiam da existência do dinheiro do casal.

A família negou a existência do dinheiro. Revoltados, os bandidos  amarram o casal dentro de um quarto.Em seguida fugiram levando o carro das vítimas.


    O estudante campomaiorense Ataíde Uchôa, aluno do Colégio Estadual Professor Raimundinho Andrade-CEPRA  está abordando  e divulgando nas redes sociais, um tema que é hoje, um dos mais debatidos no mundo: a mobilidade urbana. 

     Criativo, o jovem estudante campomaiorense elaborou junto com seus colegas da escola, um rol de propostas que está sendo  levando adiante acerca desse debate,inclusive com fotografias da realidade do cotidianos de nossas ruas.



                 Essa é a proposta dos alunos do Colégio Estadual de Campo Maior:

             PROJETO MOBILIDADE URBANA - CEPRA
OBJETIVO GERAL:
Promover a discussão junto a comunidade escolar e autoridades competentes sobre a mobilidade urbana na cidade de Campo Maior, construindo formas de melhor aproveitamento dos espaços urbanos.
ALGUNS OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
- Sensibilizar a participação da comunidade escolar em torno do desenvolvimento do projeto "mobilidade urbana";
- Fazer um registro iconográfico dos espaços urbanos da cidade de Campo Maior;
- Ouvir especialistas na área de planejamento urbano;
- Promover uma conferência sobre a temática, envolvendo a sociedade e o poder público.



O juiz da 2ª Vara da Comarca de Campo Maior, Júlio Cesar Menezes Garcês, condenou o Estado do Piauí a pagar uma indenização no valor de R$ 200 mil para os pais do detento Gilson de Sousa Oliveira, assassinado em outubro de 2012 dentro da Casa de Custódia, em Teresina.

Gilson era acusado de vários assaltos e foi enforcado com um fio de nylon.

VEJA A DECISÃO

"O que se observa mais uma vez neste caso é a omissão estatal em relação à administração do sistema carcerário, o qual, é de conhecimento público, encontra-se em situação calamitosa, não sendo a primeira vez que fatos como estes ocorrem no sistema prisional piauiense", diz o texto da decisão. O Estado ainda pode recorrer.

Gilson estava recluso na cela 1 do pavilhão H da Casa de Custódia. Pensava-se até que ele estivesse dormindo quando foi encontrado já sem vida pelos agentes. Ele teria sido enforcado por volta do meio dia, enquanto os presos participavam do banho de sol.

O corpo de um homem identificado por Roberto Carlos Alves da Silva, 40 anos, foi encontrado no início da manhã desta segunda-feira (15) em um açude na zona rural de Altos. O local, conhecido por “Açude da Eliete”, fica  a 5 Km da zona urbana do município.   Segundo a família,Roberto Carlos  tinha saído para pescar e tava sumido desde domingo.
 No início da manhã de hoje o corpo emergiu  nas margens do açude. Por conta das marcas de sangue na região da cabeça de Roberto, familiares acreditam que a morte dele não esteja relacionada com um afogamento acidental.Roberto residia no bairro São Luís, em Altos. Ele era solteiro e não tinha filhos.






GERAL