O radialista Cícero Carvalho, da cidade de Jatobá do Piauí, foi vítima de uma denúncia, no mínimo inusitada. Ele não sabe quem fez isso, mas ele  foi denunciado no facebook por estar usando  a rede social para divulgar produtos expostos à venda. Cícero disse que nem imagina quem se ocupa em fazer este tipo de infantilidade,mas garante que não vai desistir de fazer suas divulgações.Hoje ele postou o seguinte desabafo:

" DENUNCIARAM MEUS ANÚNCIOS NO FACE MAIS NÃO OBTIVERAM SUCESSO, POIS NOSSOS ANÚNCIOS SÃO CLAROS E LEGAIS E NÃO TEMOS NADA A ESCONDER SOMOS UMA EMPRESA LEGAL E DOCUMENTADA E VAMOS CONTINUAR ANUNCIADO NO FACE, VALEU E OBRIGADA E AOS QUE DENUNCIARAM QUE DEUS ABENÇOE A TODOS VOCÊS...""

Imediatamente  ele recebeu a solidariedade de seus colegas da internet:



Eram estes e outros os produtos anunciados pelo internauta

Cicero Carvalho:



Modelo da Camiseta da Ganja Tertuliano !!!
Cicero Carvalho compartilhou um link.
3 h ·

Descrição do produto Fabricada totalmente em AÇO INOX e o formato de sua lâmina, permite maior precisão no corte das unhas. Este produto pode ser esterilizado para uso profissional. Recomendações de uso: Para facilitar o corte, faça-o apó...
PCLANHOUSEEPAPELARIA.LOJA2.COM.BR
De acordo com laudo  que acaba de ser divulgado pelo Instituto de Medicina Legal (IML), a jovem estudante de Radiologia Ana Kaline, de 25 anos, invadiu a via preferencial e acabou sendo colhida pela Hilux SW4 de propriedade do juiz aposentado Antônio Brito. O laudo aponta ainda que a Hilux transitava  acima do limite de velocidade permitida na via. O acidente que acabou vitimando fatalmente a estudante, aconteceu no dia 16 de maio no Centro de Teresina.

O juiz aposentado Antônio Brito, que atuou durante vários anos na Comarca de Campo Maior,  foi intimado e se apresentou na Delegacia Especializada de Acidentes de Trânsito de Teresina, presidida pela delegada Cassandra Moraes Souza.

Em depoimento, o juiz confessou que estava dirigindo a Hilux no momento do acidente, mas ressaltou que seguia na preferencial e dentro do limite de velocidade máxima permitida, fato este que foi desmentido pelo laudo da perícia.

Desde o dia do crime, Antônio Brito estava em sua residência e ainda não havia se manifestado. Os familiares da vítima conseguiram imagens de um circuito de segurança e iniciaram as investigações por conta própria. Após identificarem a placa do veículo, eles colheram mais detalhes e chegaram à identificação do acusado. Sob posse de todas as provas, o material foi levado até a delegada que anexou ao inquérito e decidiu intimar o acusado.

Mesmo se condenado, o juiz não poderá ficar preso, já que possui 82 anos de idade e a legislação não permite sua prisão. "O juiz é quem irá dizer como será. De fato ele já é uma pessoa acima dos 80 anos e a Justiça não permite a prisão", explicou a delegada.O Juiz foi afastado do cargo em Campo Maior por que foi filmado recebendo propina e praticando corrupção eleitoral.
O secretário estadual de segurança, Capitão Fábio Abreu, participa neste sábado, de uma audiência pública na Câmara de vereadores de Jatobá do Piauí para discutir ações de combate à violência na região.

Com pouco mais de seis mil habitantes, a cidade de Jatobá tem sido alvo de assaltos na sede e nas comunidades rurais . O policiamento é considerado inexpressivo pra garantir ações mais rigorosas contra a violência como assaltos, roubo de veículos e comercialização de drogas.

O caso mais recente aconteceu na Localidade Barra do Vento onde um idoso foi baleado e seu irmão recebeu pauladas na cabeça. Dois assaltantes armados e pilotando uma moto invadiram a residência do senhor Luís Barra e atiraram no peito dele. Em seguida espancaram o senhor Pedro Barra com pauladas na cabeça. Apesar da violência, os dois irmãos foram encaminhados ao hospital de Campo Maior e passam bem.

A presença do Secretário Fábio Abreu em Jatobá será marcada pela reivindicação dos moradores para que seja melhorado o aparelhamento de segurança na cidade.
A melhoria no sistema de Abastecimento dágua em Campo Maior é feita a cada dia. Depois de trocar praticamente todos os canos enferrujados que estavam enterrados há 50 anos, no ultrapassado sistema de distribuição do município, O SAAE inaugura novas estruturas para modernizar e melhorar a chegada da água nas torneiras da população. Nesta semana, do aniversário de Campo Maior, serão entregues novas obras, como: Ampliação da Estação de Tratamento do Esgoto do Conjunto Renascer II (Parque Recreio),Casa de Bomba do Poço Tubular do bairro Santa Rita,

Construção da Casa de Bomba e Sistema de Abastecimento de Água na Localidade Assaré eRecuperação dos Poços do Mercado Público e Urbanização do Espaço.


Jornalista e redator de um famoso portal piauiense, diz nas esquinas, que é preciso ter cuidado com pesquisa eleitoral. Neste momento em que começam a pipocar pesquisas com intenções de votos para várias cidades piauienses, o jornalista diz com todas as letras, que tem um vídeo, em que o dono de um destes "institutos de araque", aparece negociando com um político, o resultado destas pesquisas. 

Funciona assim: o dono do instituto de pesquisa diz o valor e o interessado paga pelo resultado que lhe convier. Ou seja, é tudo manipulação, maquiagem e negociata financeira para tentar influenciar o eleitorado.

O vídeo mostra a cara do dono do instituto e a voz dele dizendo quanto custa uma pesquisa falsa.
Quem será?
Acontece nesta sexta feira  (31), no Colégio Patronato Nossa Senhora de Lourdes, um evento educativo para discutir novas ações no segundo semestre das escolas municipais de Campo Maior.

O Professor Ribinha, Secretário Municipal de Educação, destaca que está sendo feita uma revisão geral no setor de transportes, cinco escolas estão passando por melhorias nas instalações, reparos e readequações. Os professores passaram por diversas formações e a compra da merenda escolar está sendo finalizada.

ideia é voltar às aulas, depois das férias, com uma programação positiva e com a garantia de mais investimentos na educação municipal, considerada hoje, uma das mais bem estruturadas do estado.

A titular da  Delegacia de Repressão aos Crimes de Trânsito, delegada Cassandra de Moraes Souza Nunes, informou que até o começo de agosto deverá concluir o inquérito do acidente que vitimou a estudante de Radiologia, Ana Kaline Ferreira de Menezes, 22 anos, morta no dia 16 de maio, na rua Elizeu Martins no Centro de Teresina. O condutor do veículo, uma SW4, modelo 2015, o juiz aposentado Antônio Brito Filho esteve na delegacia no dia 15 de julho e confessou estar conduzindo o carro no momento do acidente.
“Ele se apresentou à delegacia, após receber a intimação e em depoimento alegou que, na hora não a viu, porque tinha uns tapumes atrapalhando a visão, que a moto havia invadido a preferencial e não socorreu porque ficou nervoso”.
A titular da especializada afirmou ainda que já está com os laudos e que a perícia atestou que o veículo do magistrado estaria com velocidade entre 40 e 43 quilômetros por hora. “Já exclui homicídio doloso porque não houve convencimento penal para isso, mas ainda não conclui o meu relatório final”, antecipa Cassandra Moraes. 
Família
Para a família, o depoimento do juiz é desmentido pelas filmagens que mostram que ele ultrapassou dois carros pela direita e das testemunhas, que afirmaram que ele estaria supostamente em alta velocidade. 
“Nosso advogado Maurício Cedenir de Lima tentará fazer com que ele pague na forma da lei por esse crime, já que ele assumiu o risco, que não prestou socorro e se escondeu por mais de um mês”, disse João Henrique Gomes, primo da vítima, que acredita que há fatos que fazem com que o indiciamento seja por homicídio doloso. 
O inquérito será remetido ao Ministério Público do Estado que deverá fazer a denúncia. 



  Um homem muito rico de Piripiri, apelidado de "Porquinho" foi preso nesta quarta feira, 29 de julho,em uma ação conjunta das Polícias Civil e Polícia Rodoviária Federal. Foi localizado um depósito de bebidas e cigarros falsos  onde foram aprendidos R$ 200 mil reais em dinheiro e cheques, além de de 70 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai. Novas prisões devem acontecer a qualquer momento.





A procuradora do Ministério Público do Trabalho, Maria Helena Rego,  está determinada a responsabilizar as empresas que escravizam trabalhadores no extrativismo do pó da carnaúba, no interior do Piaui. Campo Maior, que é reconhecida nacionalmente como a "Terra dos carnaubais" está inclusa na rota da escravidão por  empresas reincidentes que desobedeceram o prazo para regularizar a situação. Ao todo, 153 trabalhadores de quatro empresas foram flagrados em situação de trabalho degradante, o que pode levar à prisão dos empregadores.  
Uma fiscalização do Ministério Público do Trabalho em dez municípios constatou que 130 trabalhadores estavam em situação degradantes análogas à escravidão. Foram analisadas o trabalho de 160 pessoas, na região Norte, de Campo Maior ao litoral do Estado. Destes, três adolescentes – 14, 15 e 16 anos- também estavam entre os grupos. Os trabalhadores faziam o corte da palha da carnaúba, em propriedades privadas. Em Campo Maior,os trabalhadores do corte da palha recebem o que se chama uma mixaria pelo suor do cansativo trabalho, em compensação, a empresa que usa essa mão de obra, no estilo escravidão,alcança lucros milionários vendendo o pó para os Estados Unidos,Itália, Holanda e outros países da Europa.



O projeto de pesquisa “Diagnostico e Acompanhamento dos Casos de Hanseníase nas Unidades Básicas de Saúde”, feito por estudantes da cidade de Campo Maior, a 84 km de Teresina, foi reconhecido na última semana pelo governo da Bélgica – ao lado de outros nove, entre 400 apresentados - como um trabalho científico de grande importância para o Continente Europeu neste ano de 2015.
Foto conseguida através do site Campo Maior em Foco
Ao desenvolverem no estado do Piauí, ações de combate a hanseníase e buscar melhor qualidade de vida aos portadores da doença, o projeto chamou atenção das autoridades europeias ao participar da Expo-Science Internacional (ESI MUNDI), em Bruxelas.


Foto conseguida através do site Campo Maior em Foco

“Ao todo participaram da ESI MUNDI, 400 projetos de mais de 60 países. E a nossa proposta de combate a hanseníase no Piauí atraiu o governo belga, que nos selecionou juntamente com outros nove trabalhos para servir de exemplo para a Europa, que esse ano de 2015 tem o lema: Desenvolvimento e Relevância Social”, explica a orientadora da pesquisa piauiense, Silvana Orsano.
“Diagnóstico e Acompanhamento de Hanseníase” ganhou destaque mundial ao lado de pesquisadores de México, Marrocos, Espanha, Colômbia, Canadá e Bélgica. A pesquisadora e estudante Nazaré Andrade revela a satisfação de estar entre os melhores do evento internacional. “Faltam até palavras para revelar a satisfação de ser escolhido como exemplo para todo um continente. Isso só reafirmou que nossa intervenção social alcança seu verdadeiro objetivo de combate à hanseníase. O que desenvolvemos em nossa cidade agora é reconhecido pelo mundo”, disse.
“A simplicidade das nossas ações é o diferencial. Ações de combate que objetivam reduzir a longo prazo os números da doença no município. E esse reconhecimento só nos motivou ainda mais a intensificar os trabalhos. O prêmio é muito significante, assim como melhorar a qualidade de vida das pessoas”, explicou o também pesquisador e estudante Otávio Neto.
CARACTERÍSTICAS DA HANSENÍASE
A hanseníase é uma das doenças mais temidas da Idade Média, e ficou conhecida como a lepra. Mortal àquela época, atualmente o tratamento pode ser bem simples. Os médicos caracterizam a mesma em dois tipos: multibacilar e paucibacilar. A hanseníase paucibacilar é mais leve e é caracterizada por uma ou mais manchas claras na pele. A hanseníase multibacilar é associada a lesões simétricas na pele, nódulos, placas e frequentemente afeta a mucosa nasal resultando em congestão nasal e sangramento pelo nariz.
A paucibacilar pode ser tratada em apenas seis meses, é bem rápido, e tem a medicação disponibilizada de forma gratuita. Já a multibacilar leva um tempo maior para curar, cerca de um ano, mas a medicação também é disponibilizada de forma gratuita na rede pública.


Foto de arquivo pessoal

O Olho
A polícia da cidade de Barras, a 127 km de Teresina, e de Cabeceiras do Piauí, a 100 km da capital, estão em diligência  para prender quatro homens que invadiram e roubaram  a agência dos Correios de Cabeceiras. Uma barreira foi colocada na estrada que liga o município a Campo Maior.
O carro do gerente dos Correios foi usado na fuga dos bandidos
Os suspeitos passaram 40 minutos dentro da agência e ao saírem, levaram o veículo do gerente, um Fiat Uno Mille de placa JJF 2480 cor cinza. O carro foi abandonado na localidade Baixa Funda.

Dois homens entraram e outros dois ficaram dando apoio do lado de fora. Eles quebraram as câmeras de vigilância da agência para não serem identificados. Dois deles estariam fugindo em duas motos: uma vermelha e outra preta. “Fomos até José de Freitas, mas nem sinal deles. Barreiras policiais foram formadas nas cidades fronteiriças”, disse o subcomandante do Batalhão de Barras, José Carcará. A Polícia ainda não tem o levantamento de quanto foi levado no assalto.
Começa a se esclarecer,um acidente ocorrido no dia 16 de maio deste ano entre um carro e uma moto, no centro de Teresina.  A jovem de 24 anos Ana Kaline Ferreira de Menezes,estudante de radiologia, foi colhida por uma caminhonete da marca SW4. Ela pilotava sua moto pela rua Eliseu Martins,quando foi colhida no cruzamento com a rua 24 de janeiro.
Antonio Brito foi juiz de Campo Maior
O condutor do carro fugiu do local do acidente sem prestar socorro à vítima. Ana Kaline foi arremessada a cerca de dez metros do local bastante machucada,segundo testemunhas.

Ana Kaline morreu atropelada
A família de Ana Kaline  não desistiu da investigação e dois meses depois do acontecido conseguiu filmagens que mostram o carro de um juiz se evadindo do local. O nome do juiz nunca foi citado pela polícia e nenhuma investigação estava sendo feita para descobrir o nome do proprietário do carro. Uma tia de Kaline conseguiu descobrir a placa do veículo e outro parente da vítima descobriu que a caminhonete já estava em uma oficina sendo consertada, já que saiu avariada na colisão.

Depois de quase quatro meses,possivelmente tentando esconder o fato, o juiz resolveu confessar o crime.Segundo a família da vítima, Ele acaba de ser oficialmente intimado e assumiu que foi o autor do fatal atropelamento. Trata-se do magistrado Antonio da Silva Brito Filho, grão mestre da maçonaria, professor de Direito da  Universidade e aposentado como juiz. A família de Ana Kaline espera que o caso seja resolvido dentro do que prevê a lei.
Elindônio Sobrinho de Oliveira, 25 anos, morreu em um acidente de moto ao descer a famosa ladeira do povoado Bananeiras, município de Jatobá do Piauí. Ele residia no Povoado Santa Maria e era filho do casal Ivonete Sobrinho e Raimundo Francisco de Oliveira.

Elindônio saiu de Jatobá com destino a Campo Maior e perdeu o controle da moto justamente quando descia a acentuada ladeira do povoado Bananeiras(foto).Ele vinha em alta velocidade e quebrou o pescoço ao cair do veículo, tendo morte imediata.

Imagem:campomaioremfoco.
A polícia de Campo Maior está procurando um homem que assassinou Francisco das Chagas Silva, de 28 anos, morto  à balas quando saía de sua casa no Bairro São João, na noite de segunda-feira, 27.07.

“Um homem chegou na casa de Francisco, bateu na porta e foi logo disparando dois tiros, é o que diz um dos policiais que acompanhou ocorrência.

Francisco das Chagas já tinha passagens pela polícia e pode ter sido vítima de um ajuste de contas de seus desafetos, já que tinha sido jurado de morte recentemente.



O jumento, que já foi visto como um animal sagrado, por ter carregado o Menino Jesus nas costas, como canta o Rei do Baião, Luiz Gonzaga, está quase em extinção. Esse animal que no passado era o bicho doméstico mais usado para o  transporte de madeira, água, mandioca e outras cargas rurais, agora virou uma  peça de repulsa pela grande maioria dos moradores do campo.

Na rodovia PI 115, entre Campo Maior e Castelo do Piauí, nas proximidades da Comunidade Bem Posta, um verdadeiro crime ecológico está sendo praticado contra estes resistentes animais. E é um crime cruel:  Alguns fazendeiros que têm grandes propriedades naquela região, estão matando à balas, os jumentos que perambulam na redondeza à procura de capim para comer e um pouco d’água para beber.

Entre a estrada que dá acesso ao Povoado Corredores e à comunidade Bem Posta, mais de trinta jumentos já foram "assassinados". Os moradores da região denunciam que são fazendeiros que matam os animais por que não querem que eles comam o pasto e nem bebam a água que fica nos açudes públicos às margens da rodovia.

Um morador, sensibilizado e muito triste com esta malvadeza praticada pelos ricos fazendeiros, está fazendo sua parte como ser humano e como defensor destes animais. Ele colocou em frente à sua casa, na beira da estrada, uma grande vasilha cheia d’água, para pelo menos matar a sede destes bichos, que um dia já foram tão valorizados na vida rural.

Para justificar o ato cruel, os fazendeiros alegam que os animais representam perigo no trânsito, mas não reconhecem que também seus rebanhos de gado perambulam soltos na mesma estrada.

GERAL