Exibindo IMG-20150129-WA0019.jpg
     Vitinho deixou Teresina e foi atacar no interior do Piauí
Exibindo IMG-20150129-WA0016.jpg
A esposa Leonora apoiava os crimes do marido

    Com a presença mais forte da Polícia nos bairros da periferia de Teresina, muitos marginais estão migrando para o interior do estado e fixando residência em cidades que passam a ser alvos de seus ataques. A Polícia Militar acaba de prender uma gangue que atuava em Teresina e se instalou na cidade de Monsenhor Gil, no sul do estado, mas próxima à capital.Foi  invadida a casa de um indivíduo conhecido por "Vitinho" que reside há seis meses naquele município.No local a polícia encontrou armas e drogas. Também foi presa a mulher dele identificada como Leonora. Dentro da casa estava uma moto Titan preta, que foi assaltada na cidade de Água Branca. O casal comandava uma verdadeira facção que atuava na região do médio parnaiba.
Exibindo IMG-20150129-WA0018.jpg
Exibindo IMG-20150129-WA0010.jpg

Claudomiro tombou baleado no bairro Betinho
Exibindo IMG-20150129-WA0011.jpg
Morreu na porta de casa

   A manhã desta quinta feira foi sangrenta na periferia de Teresina. Dois jovens foram mortos em menos de duas horas na região do grande Dirceu. Um garoto de 14 anos foi assassinado a balas no Bairro Santo Antonio e um homem de 29 anos morreu com três tiros na cabeça na Vila Betinho.
   O garoto de 14 anos identificado como Andrezinho, (foto abaixo) foi alvejado com três disparos de revólver, disparados por dois desafetos em um moto.Andrezinho era considerado o terror das vilas, na região da fábrica da Houston.Ele costumava se exibir com pistolas nas redes sociais e já tinha um histórico extenso de assaltos e homicídios.
    O outro assassinado é Claudomiro Moisés Viana,(foto acima) morto com três tiros na cabeça, na porta de sua residência, no Bairro Betinho.



Exibindo IMG-20150129-WA0008.jpg
Andrézinho era um terror no bairro

Exibindo IMG-20150129-WA0009.jpg
Ele se exibia com armas de fogo no Facebook





Líderes estudantis e representantes de classes da capital piauiense estão fazendo uma grande convocação para um manifesto nesta sexta feira,30 de janeiro. Os organizadores prometem fazer muito barulho no centro de Teresina para protestar contra o aumento da tarifa dos ônibus, que acaba de ser autorizada pelo Prefeito Firmino Filho. O preço da passagem dos coletivos aumenta de R$ 2,10  para R$ 2,50, um aumento de 40 centavos.
     Nas redes sociais,os estudantes reforçam a convocação das categorias para o grande manifesto no centro de Teresina e já há quem diga que pode haver incêndio de veículos se não houver um entendimento entre o poder público e os representantes de classes.


O médico  campomaiorense  Olésio Coutinho, que já foi vereador em Campo Maior e Teresina, teve seu carro roubado na capital. Sua Toyota Hilux  branca de placas OEF 2345 foi levada de sua garagem, por bandidos. Até o momento a polícia não tem pistas dos assaltantes e nenhuma informação do paradeiro do veículo. Geralmente esse tipo de veículo é usado para  a prática de assaltos ou são levados para desmanche. Os familiares de Olésio Coutinho espalharam a notícia nas redes sociais e pedem que os leitores colaborem na recuperação do veículo.
 Esta menagem foi postada na intrnet:


Exibindo IMG-20150129-WA0001.jpg
Aconteceu nesta terça-feira, 27, no assentamento Tangará, em Campo Maior (PI), o curso “Adubação Verde”, realizado pelo Centro Vocacional Tecnológico em Agroecologia e Produção Orgânica do Instituto Federal do Piauí (CVT/IFPI) em parceria com a Embrapa Semiárido. Mais de 70 agricultores de quatro assentamentos da cidade participaram do curso.

A adubação verde consiste na adição de biomassa vegetal diretamente ao solo, com o objetivo de preservação e conservação da produtividade da terra. O método promove melhorias físicas, químicas e biológicas para o solo, como maior mineralização e porosidade, maior capacidade de infiltração e retenção de água e maior disponibilidade de nutrientes, além de fornecimento de energia para os microrganismos.

De acordo com o coordenador do curso e analista da Embrapa Mauro Sérgio Teodoro, a Agroecologia tem um enfoque científico que visa promover produção agropecuária e estilos sustentáveis de desenvolvimento.
Para a coordenadora do CVT/IFPI, Dayse Batista dos Santos, o curso foi importante para capacitar tantos os agricultores familiares assentados quanto os estagiários do Centro Vocacional. "A assistência técnica e extensão rural necessita de técnicos capacitados e qualificados em agroecologia para que possam contribuir, de forma decisiva, nos processos que vêm sendo implementados em todo o território nacional. Essa é a razão pela qual o CVT se empenha em fazer parcerias para oferecer este curso", disse.

Também participaram da atividade o professor Mateus Santos Machado, o técnico em agricultura Antônio Francisco dos Santos Júnior e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Campo Maior, Francisco das Chagas.


Diretoria de Comunicação Social
Os usuários locais da Estação Rodoviária de Campo Maior e os turistas que usam o terminal no embarque de suas viagens, reclamam que o logradouro público é sujo e fedorento. Construído há quase meio século, o terminal rodoviário tem sido usado para abrigar diversos órgãos em sua parte superior, mas o funcionamento no setor de venda de passagens e banheiros sempre foi alvo de críticas.

Banheiros sujos, fedorentos, com encanação improvisada e rede elétrica caótica, servem como um cartão-postal negativo para o município. Há um debate antigo de que o terminal deve sair do centro da cidade e se localizar em uma área que ofereça mais espaço para as manobras dos ônibus e com uma estrutura que ofereça mais conforto e higiene para os usuários.
As administrações públicas têm  tido um olhar negligente com este setor e apenas reformas paliativas são feitas no local.
A secretaria Municipal de Saúde de Campo Maior em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde – SESAPI, por meio do HEMOPI (Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí) promovem  nesta sexta-feira (30/01) uma campanha de doação de sangue, na Secretaria Municipal de Saúde de Campo Maior, no Bairro de Fátima, a partir das 8h.
Para doar sangue as condições básicas são: Sentir-se bem, com saúde, apresentar documento com fotos, ter entre 16 a 69 anos e peso acima de 50 kg.As recomendações para o dia da doação é nunca ir doar em jejum, fazer um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior á doação, não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anterior a doação, evitar fumar por pelo menos duas horas antes da doação, evitar ingerir alimentos gordurosos.

O  procurador da República no Piauí, Kelston Pinheiro Lages, falou à imprensa sobre a busca por celeridade no julgamento de processos eleitorais, bem como sobre o excesso de recursos permitidos pela Lei, que acabam protelando as decisões por parte dos Tribunais.

Essas “chicanas políticas e jurídicas”, como ele mesmo define, contribuem para que políticos permaneçam em seus cargos, desrespeitando o processo democrático de escolha dos representantes. Um grande exemplo, classificado pelo procurador como “um dos casos de maior corrupção do Piauí”, faz referência ao julgamento de um processo eleitoral contra os ex-governadores Wilson Martins (PSB) e Zé Filho (PMDB), que vem se arrastando há mais de cinco anos. Este, por sua vez, deve ganhar um desfecho ainda nos próximos dias, estando em pauta no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) desde a semana passada.

O Olho: Ainda existem processos de outros pleitos eleitorais que não foram julgados. Como o senhor avalia a celeridade do Tribunal em relação a isso?

Kelston Lages: A constituição federal fala numa duração de razoabilidade dos processos eleitorais, a própria dinâmica exige que sejam julgados num tempo útil, razoável. Esses processos de cassação de mandatos, cassação de registros, devem durar um ano. Devido a excessividade de recursos que existem no processo eleitoral, com várias chicanas feitas por advogados, esse princípio é violado, e por isso não se consegue alcançar em alguns processos esse tempo de duração razoável. Isso é extremamente prejudicial, pois gera descrédito na Justiça Eleitoral e causa prejuízo àqueles candidatos que se comportaram de maneira correta. Temos feito gestões extraordinárias junto ao TRE para dar celeridade ao julgamento de processos.

O Olho: Em pauta o processo contra Wilson Martins (PSB) e Zé Filho (PMDB)...

Kelston Lages: Hoje temos um exemplo típico do que não pode ocorrer dentro de um processo, em que o governador passado foi eleito, percorreu todo mandato, vice assumiu, terminou mandato, e apenas agora que está sendo julgado. Caso gravíssimo, um dos exemplos de casos de maior corrupção no Piauí. Inclusive com indiciamento da Polícia Federal por formação de quadrilha, caixa dois, uso de documento falso, compra de votos, isso tá tudo materializado dentro de laudo da PF, onde essa Fundação Francisca Clarinda Lopes foi utilizada para irrigar a campanha desses candidatos. Mas através de chicanas jurídicas vai se arrastando há mais de 5 anos.

O Olho: Prefeitos eleitos na última eleição que enfrentam processos na Justiça Eleitoral, mas que em sua maioria continuam no cargo por força de liminar...

Kelston Lages: Essa é uma luta nossa, do MPF, mas o entendimento aqui do Tribunal não é esse. A gente recorre dessas decisões, de que prefeitos são cassados na instância de primeiro grau e o Tribunal aqui tem um entendimento. Em maioria, esses recursos têm efeito de liminar, suspensivo, quando na verdade não tem. Respeitamos isso. O próprio TSE entende que se deve aguardar a finalização dessas decisões pela corte eleitoral para evitar essa instabilidade no município quando da troca de prefeitos.

O Olho: O senhor avalia que o Ministério Público conseguiu acompanhar a movimentação dos candidatos pela internet, via redes sociais, fiscalizando as infrações cometidas?

Kelston Lages: Os dados obtidos pela PF, pelo Tribunal, e outros órgãos não deixam dúvidas de que o processo eleitoral no Piauí permanece com a ocorrência desse abuso do poder econômico na modalidade compra de votos e abuso da máquina administrativa. É um vício que permanece e precisa ser combatido, culturalmente no Piauí isso está arraigado na cabeça daqueles que fazem política dentro do Estado. É mais do que oportuno a necessidade de se fazer a reforma política, que não é peculiaridade apenas do Estado do Piauí. Esse uso da máquina deslegitima essas pessoas que foram eleitas, compromete a vontade popular e quando há abuso de poder econômico essas pessoas não tem o mínimo de compromisso com o poder público. Elas vão estar lá, vão governar, vão exercer seus mandatos somente para satisfazer interesses daqueles que patrocinaram suas campanhas, deixando de lado o interesse público.

O Olho: A Lei da Ficha Limpa está sendo efetivamente aplicada no Piauí?

Kelston Lages: Ela precisa ser aperfeiçoada, existem algumas interpretações ainda dadas pela Justiça Eleitoral que a tornam pouco efetiva. O Ministério Público tem recorrido dessas decisões, o direito eleitoral muda bastante, muito depende das composições dos tribunais. O importante é que a lei existe e ela já faz um filtro, não naquele nível que a gente gostaria, mas ela deixa muitas pessoas que comprovadamente demonstraram não ter o espírito púbico fora da disputa eleitoral. A peneira já seleciona. Mas o ideal é que os próprios partidos políticos já fizessem uma seleção interna e deixassem essas pessoas de fora. 
Foto: Thiago Amaral
Fonte: O Olho
Falta de transparência, falta de respeito e tratamento desigual. Esses foram os motivos declarados pelo prefeito Firmino Filho (PSDB)  que o levam a apoiar o deputado Fábio Novo (PT) na eleição para presidência da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). Segundo o gestor, desde quando participava como parlamentar naquela casa ele se posicionava desta forma.
























" Eu fui deputado e conheço aquela casa por isso me posiciono assim. Já me posicionava contra a forma não transparente e desigual que havia naquela época, contra também ao não respeito ao regimento. Já tinha uma posição crítica em relação a isso”, disparou o prefeito de Teresina. 
>>Curta nossa fan page
A eleição para a Alepi acontece no próximo dia 1 de fevereiro e tem como candidatos o atual presidente Themístocles Filho (PMDB),que busca pela sexta vez a presidência e o deputado petista Fábio Novo. 
Pouca gente ficou sabendo, mas o campomaiorense  Edério Araújo Santiago, O Deri Santiago, foi  mais um dos presos que conseguiu fugir da Penitenciária Irmão Guido, em Teresina, no dia 23 de janeiro. Deri fugiu do presídio, depois que tomou a arma de um dos agentes penitenciários.

Deri, estava preso desde abril do ano passado por tentativa de latrocínio, depois que tentou assaltar  matar um empresário na cidade de Altos.No dia do crime, Derí pegou uma carona com o empresário na cidade de Campo Maior  e já chegando em Altos, anunciou o assalto, levando dinheiro e o veículo e atirando contra a vítima, que reagiu.
Parentes de Derí Santiago já informaram à imprensa, que ele foi visto na região de Campo Maior.

Quatro homens explodiram um posto de atendimento do Bradesco na madrugada desta terça-feira (27) na cidade de Demerval Lobão, a cerca de 30 km de Teresina. De acordo com a polícia, o bando chegou ao local as 4h30 e instalou os explosivos no interior do posto.

Ainda segundo a PM, o caixa do local havia sido abastecido nessa segunda-feira (26). O interior do posto ficou completamente destruído com a explosão. Após a ação criminosa, os assaltantes fugiram em direção a Teresina e a polícia realiza diligências na região para tentar capturar os criminosos.
>>Curta nossa fan page
Essa não é a primeira vez que um posto bancário na cidade de Demerval Lobão sofre com a ação de bandidos. Em janeiro de 2014, um bando já havia explodido o local também durante a madrugada.

Fonte: G1 
O estudante que se inscrever no Programa Universidade para Todos (ProUni), a partir de hoje (26), pode escolher até duas opções de curso, mas deve ficar atento às chamadas e prazos para matrícula. Nesta edição, o ProUni oferece 213.113 bolsas de estudo em instituições privadas de educação superior. Do total, 135.616 bolsas são integrais e 77.497 são parciais. As inscrições vão até o próximo dia 29.

O candidato se inscreve no ProUni usando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014. Uma das condições é ter obtido, no mínimo, 450 pontos na média das provas e não ter tirado zero na redação. Para obter a bolsa integral, é preciso comprovar renda bruta familiar, por pessoa, de até um salário mínimo. Para bolsa de 50%, vale renda até três salários mínimos.

Para se inscrever, o estudante precisa informar o número de inscrição e senha no Enem. Caso tenha esquecido esses dados, pode recuperá-los na página do Enem. Ao fazer a inscrição, o candidato escolhe, em ordem de preferência, até duas opções de instituição, curso e turno. Quem tem deficiência ou se autodeclarar indígena, preto ou pardo, poderá optar por concorrer às bolsas destinadas às políticas de ações afirmativas.

A partir do segundo dia de inscrição, o Prouni calcula a nota de corte - menor nota para ficar entre os potencialmente pré-selecionados. Caso o estudante queira, pode alterar as opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada.

A primeira seleção de 2015 do ProUn, terá duas chamadas. O resultado da primeira seleção será divulgado no dia 2 de fevereiro na página do ProUni na internet e pelas instituições participantes do programa. O resultado da segunda chamada sairá no dia 19 de fevereiro.

Os pré-selecionados devem ir à instituição selecionada levando documentos que comprovem as informações da ficha de inscrição. A pré-seleção assegura ao candidato apenas a expectativa de direito à bolsa, condicionando a efetivação à aprovação nas fases posteriores e à formação de turma no período letivo inicial do curso.

O prazo para comprovação das informações dos candidatos pré-selecionados na primeira chamada será de 2 a 9 de fevereiro, e na segunda chamada o prazo será de 19 a 24 de fevereiro.
Quem não for pré-selecionado pode participar da lista de espera, entre os dias 2 e 3 de março, na página do ProUni.Podem participar da seleção os candidatos sem diploma de curso superior. Os estudantes ainda devem atender a pelo menos uma das seguintes condições: ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em escola da rede privada, na condição de bolsista; ser pessoa com deficiência, ou professor da rede pública em educação básica; e concorrer a bolsas exclusivamente de licenciatura.’

Para fazer a inscrição clique aqui.

Agência Brasil
















A eleição só acontece no próximo ano, mas os bastidores da política em Campo Maior já estão pegando fogo. Na ala governista, comandada pelo Prefeito Paulo Martins, que não concorre à reeleição, duas candidaturas estão claramente desenhadas: Vereador Ribinha, Secretário Municipal de Educação e Conceição Lima, Secretária do Serviço Social. Há quem diga que o Prefeito fale nos nomes dos dois, mas no fundo guarda o nome do Vereador Fernando Miranda na manga do paletó, como o real candidato do grupo.

Na oposição, os vereadores querem se unir em torno do vereador Sena Rosa ou lançar o Deputado Antonio Félix.Mas o ex-vereador Deusdeth Castelo Branco também está sendo peitado para enfrentar as urnas rumo à prefeitura. Deusdeth não sabe se aceita, mas já sabe em quem não vota.Ele se refere a um profissional liberal, que na sua opinião, não sabe nada de política e fica querendo dar aula de moral aos mais experientes. Haja quem se habilite.
Foi enterrada em sua terra natal, Parnaíba, Ariane de Sousa Santos (26 anos) que foi assassinada  na segunda feira(26) após reagir a um assalto numa parada de ônibus do  Porto Alegre, zona Sul de Teresina.  Ariane foi morta à balas por que não entregou sua bolsa, que continha apenas documentos.




Dois  tiros atingiram as costas e o peito da vítima, que morreu na hora. Um dos acusados já foi preso.Trata-se de de um elemento conhecido como "Roqueiro", da Vila Irmâ Dulce, zona sul da capital. Seu comparsa, conhecido por David, do bairro Porto Alegre está sendo procurado pela polícia.



Campo Maior conta com um dos grandes talentos da Música Popular Brasileira, Edmilson Alves de Oliveira. Funcionário do Banco do Brasil é também um músico extraordinário, artista multifacetado ele toca violão, sanfona, teclado e outros instrumentos, além de ser um exímio cantor.


Esta semana, Edimilson Alves fez aniversário e brindou os amigos com uma festa movida à boa música e bom humor. A comemoração aconteceu na comunidade Jordão, junto à família do radialista Elizeu  Portela.>>Curta nossa fan page

GERAL