Mulheres que moram no Bairro Santa Rita em Campo Maior e que fazem caminhadas na rodovia que dá acesso ao município de Cabeceiras, denunciam que um homem de aproximadamente 50 anos está correndo atrás das mesmas e expondo seu órgão sexual no meio da pista.

As moradoras estão amedrontadas e dizem que este mesmo homem já foi visto nu, na "ponte dos canudos". Segundo as mulheres, este homem apresenta sinais de distúrbios mentais e a ultima vez que ele foi visto fazendo gestos obscenos foi perto de uma fazenda, que fica logo após o Bairro Santa Rita.
IMG_6140.jpgFelipe e o companheiro, identificado como Antônio Eguiberto Aragão de 23 anos, pegaram um taxi no Saci e ao chegar na avenida Gil Martins, anunciaram o assalto e chegaram a ferir o taxista com uma faca. Ele reagiu e conseguiu chamar reforço dos colegas taxistas para fazer uma perseguição à dupla. Os taxistas invadiram a casa dos assaltantes e promoveram o linchamento.

Felipe conseguiu subir no telhado e correu sobre a casa até que o teto quebrou e ele caiu numa residência, nos fundos de sua casa. Ao sair, já ferido, foi pego pelos taxistas que o agrediram com pauladas e facadas até a morte


Faleceu na manhã desta quinta feira, 27 de novembro, uma das mais destacadas figuras da educação campomaiorense, a secretária escolar Tersesinha Ximenes. Durante quase meio século, Teresinha foi secretária executiva do Colégio Valdivino Tito, função que exerceu com disciplina e denodo, sendo elogiada por todos os alunos que passaram por aquela escola e dela receberam os ensinamentos de comportamento e respeito às normas educacionais.

Teresinha Ximenes faleceu em um hospital de Teresina onde fazia tratamento médico. Ela já vinha enfrentando problemas de saúde há algum tempo. O corpo está sendo velado em sua residência, próximo à BR 343, onde a família sempre residiu. Ela era filha de Abdias Ximenes e Ana Freitas, já falecidos.
Teresinha Ximenes em família

    COLÉGIO VALDIVINO TITO, ONDE TERESINHA TRABALHOU A VIDA INTEIRA
O secretário estadual de Fazenda, Raimundo Neto, acaba de confirmar que o bloqueio nas contas da Eletrobras Piauí para pagamento de indenização judicial a uma empresa agrícola poderá comprometer diretamente os pagamentos dos servidores estaduais, tanto em relação ao 13° salário, como parte do salário de dezembro.

O problema acontece porque a Eletrobras é o maior contribuinte de ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do Estado. "Isso tudo é uma bomba. Se a Eletrobras não fizer os repasses, parte do salário de dezembro e do Décimo Terceiro está comprometida, porque já estamos no fio da navalha", esclareceu o gestor.

Segundo Raimundo Neto, os valores da Eletrobras deveriam ser repassados até o dia 30 de novembro e são superiores a R$ 20 milhões, aproximadamente o valor que a Eletrobras Piauí terá de pagar pela decisão judicial. "Com as contas já fragilizadas, este problema se agrava", completou o secretário.

O desembargador Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho decidiu a favor do bloqueio de R$ 19 milhões da Eletrobras, por conta de uma ação impetrada na década de 90, por uma empresa agrícola. O processo foi motivado por problemas na qualidade do abastecimento de energia elétrica. Segundo o magistrado, a Eletrobras não cumpriu os prazos para recursos e a sentença foi transitada em julgado. 

O assistente da presidência da Eletrobras Piauí, José Salan, informou que o bloqueio desse valor trará grande impacto financeiro e operacional, provocando atraso no pagamento dos salários da empresa e prejudicando os repasses de ICMS ao Estado. Ele disse ainda que irá recorrer da decisão na Justiça e junto ao Conselho Nacional de Justiça, contra o desembargador, que reagiu afirmando ter tomado sua decisão de forma legal.


O formidável e sempre lúcido jornalista Cláudio Barros escreveu em seu perfil no Facebook ‘Um ano ruim para ex-governadores’. Está aqui, pois, como tema principal da coluna de hoje.


‘2014 é um ano para ser esquecido pelos ex-governadores do Piauí, à exceção de Wellington Dias, que vai ocupar o Palácio de Karnak pela terceira vez. É quase um Visconde da Parnaíba do século 21. Fora Dias, todos os demais ex-ocupantes do Palácio de Karnak ainda ocupados na política tiveram um "annus horribilis", a expressão em latim que Elisabeth II usou para definir 1992. Mão Santa do Piauí foi do fenômeno ao completo fracasso. Ao obter menos de 25 mil votos na disputa pelo cargo de governador, tornou-se um colecionador de fracassos eleitorais. Direta ou indiretamente, coleciona seis eleições perdidas em dez anos. Hugo Napoleão do Rego Neto, que foi deputado, senador, governador duas vezes e ministro de Estado outras duas, amarga uma quarta suplência de deputado federal. Perdeu quatro das seis eleições que disputou desde 1998. Freitas Neto, que foi um governador eficiente no saneamento das finanças públicas, virou porta-voz de um governo que coleciona reveses nas contas públicas. Periga deixar de ser auxiliar de um governo que legará ao sucessor atraso de salários. Triste fim para uma carreira de sucesso como gestor. Wilson Martins teve possivelmente um ano mais que horrível, porque se converteu no primeiro ex-governador recém-saído do mandato a perder a disputa pelo Senado em meio século. Antes deles, só o doutor Chagas Rodrigues, em 1962. Bem, Zé Filho, que está a caminho de ser ex-governador, nem precisaria ser mencionado, mas este é um ano para ele esquecer’.

Portalaz
A Câmara de Vereadores de Campo Maior realizou, nesta quarta feira (26/11), sessão extraordinária para a escolha da mesa diretora da casa para o Biênio 2015/2016.

Duas chapas foram registradas: uma encabeçada pela atual presidente Josenaide (PP), que tinha como vice o vereador Fernando Mirando (PT), e a outra liderada pelo vereador Zé Pereira (PT), que tinha como vice o vereador Carlos Torres (PSB). O Partido dos Trabalhadores ficou “rachado” na disputa.

O processo de votação aconteceu de forma tranquila e muita rápida. Uma novidade no legislativo campomaiorense foi o voto aberto, cada vereador deveria declarar o seu voto.

Confira o resultado.

Chapa da vereadora Josenaide Nunes - além da própria parlamentar, votaram: Fernando Miranda, Edivaldo Lima, João Maroca, Manim Pereira, Luis Lima, Regina do Zé Chico .

Chapa do Zé Pereira , além do vereador, votaram : Carlos Torres, Paiva, Manoel Alvarenga, Neto dos Corredores e Sena Rosa.

Com resultado de 7 X 6,  a vereadora Josenaide  Nunes foi  reeleita presidente da Câmara de Vereadores.
Os prefeitos Paulo Martins (PT) e Patrícia Leal (PPS) resolveram se unir para disputar a presidência da Associação Piauiense de Municípios (APPM). Com a decisão, o prefeito de Campo Maior encabeça a Chapa 3, enquanto que a prefeita de Altos é candidata a vice.

Segundo o prefeito Paulo Martins, a afinidade de propostas com Patrícia Leal, até então candidata a presidente da APPM, favoreceu o diálogo entre os dois e foi determinante para que ambos chegassem ao consenso que resultou na união.

“Chegamos a um consenso em nome da municipalidade. Queremos uma APPM forte e igual para todos os prefeitos do Piauí, independente de região. Nossa aliança é em favor do municipalismo”, ressalta Paulo Martins.

O pedido de registro da Chapa 3 foi feito nesta quarta-feira (26). Patrícia Leal ressalta que a união é um reflexo do que ambos idealizam para a APPM. 

“Política é conversa e no processo eleitoral as alianças são naturais. Essa união reflete o nosso ideal de gestão da APPM, especialmente porque nossas propostas para a municipalidade se convergem. A formação e coesão desse grupo são, portanto, coerentes”, pontua a prefeita de Altos.

A eleição da Associação Piauiense de Municípios acontece no dia 2 de dezembro, próxima terça-feira. Os candidatos eleitos assumem a gestão para o biênio 2015-2016.
A agência do Banco Bradesco do município de Sigefredo Pacheco foi assaltada na madrugada desta quarta-feira (26),  pela terceira vez este ano.

A agência já tinha sido assaltada em julho deste anos, quando os bandidos explodiram o caixa eletrônico e cortaram o único sinal de telefonia celular que existe na cidade para depois praticar o crime.

Os moradores chegaram a ouvir barulho de explosão durante a madrugada, mas só perceberam que a agência tinha sido arrombada nas primeiras horas da manhã de hoje.

A Polícia Militar foi acionada para investigar o assalto e tentar identificar os suspeitos. Ainda não se tem informações da quantia levada pelos criminosos.




O Secretario da Fazenda, Neto Carvalho (foto) acaba de confirmar, o cumprimento da tabela da folha de pagamento dos servidores estaduais. Os servidores que recebem até 1 salário mínimo serão os primeiros a receberem o pagamento referente ao mês de novembro, que deverá ser pago no dia 27 de novembro. Já os que recebem acima de 1 salário até R$ 900 irão receber no dia 28 de novembro. 



Os trabalhados do Estado que recebem acima de R$ 900 até R$ 1.100 o pagamento deverá sair no dia 1º de dezembro. E para os que recebem acima de R$ 1.100 até R$ 1.400 irão receber pagamento no dia 02 de dezembro. 

Para os servidores estaduais que recebem acima de R$ 1.400 até R$ 2.200, o pagamento sairá no dia 03 de dezembro. No dia 04 de dezembro, os servidores que recebem acima de R$ 2.200 até R$ 3.500 irão ser pagos. E para os que recebem acima de R$ 3.500, o pagamento sairá no dia 05 de dezembro. 

Foi assegurado também o pagamento do mês de dezembro e do 13º salário. Em relação ao mês de dezembro, os pagamentos serão realizados a partir do dia 26 até o dia 08 de janeiro, seguindo a mesma ordem de pagamento do mês de novembro, sendo do menor ao maior valor. 

Para o 13º salário, o Estado irá cumprir a tabela de pagamento que inicia no dia 16 de dezembro e segue até o dia 19. 

A Secretaria de Fazenda disse ainda que recursos para o pagamento são vindos do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços(ICMS) e do Fundo de Participação do Estado(FPE) , no qual o Governo poderá cumprir com a tabela de pagamento.
O juiz da 3ª Vara Federal Adonias Ribeiro de Carvalho Neto recebeu denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-prefeito de Campo Maior, João Félix de Andrade Filho, o “Joãozinho Félix” pelo crime de responsabilidade. Consta na denúncia que, na qualidade de prefeito, Joãozinho Félix deveria ter apresentado prestação de contas de recursos do FUNDEB entre os anos de 2005 e 2010, o que não aconteceu.

Contudo, o ex-gestor Joãozinho Félix apresentou as prestações de contas fora de tempo acarretando a inadimplência daquela municipalidade, configurando o delito tipificado no art. l, inc. VII do Decreto Lei nº 201/67 que é “Deixar de prestar contas, no devido tempo, ao órgão competente, da aplicação de recursos, empréstimos subvenções ou auxílios internos ou externos, recebidos a qualquer titulo”.

A ação penal foi autuada no dia 12 de novembro e distribuída na 3ª Vara Federal no dia 21 de novembro. No mesmo processo também está sendo acusado o ex-prefeito Bona Carboreto.

Fonte:GP1

  DSC_0041

Um casarão velho que servia como loja de estofaria no centro de Campo Maior, pegou fogo e causou pânico nos comerciantes vizinhos. Três estabelecimentos comerciais foram atingidos pelo fogo que teve início na loja do famoso recuperador de sofás, conhecido como Carlito.

Com o aumento das chamas, a população resolveu se unir e debelar o  incêndio retirando o material das lojas e jogando baldes d’água.  Uma mulher, que inalou muita fumaça passou mal e foi  socorrida pelo SAMU. O incêndio foi completamente controlado por um carro pipa da prefeitura.

DSC_0001          DSC_0050  DSC_0053 DSC_0055   

fotos: portalcampomaior
A cidade de Parnaíba assiste nesta terça, 25 novembro, ao velório e enterro de três pessoas muito influentes na sociedade local. Uma tragédia se abateu no seio dos parnaibanos. O empresário do ramo de turismo Moares Brito, armado com um revólver 38 e farta munição, atirou contra a própria esposa Maria do Socorro e contra o jovem empresário, também do ramo de turismo, Mateus Portela.
Moraes Brito matou a esposa e um jovem empresário
Após matar estas duas pessoas, o empresário Moares Brito, visivelmente ensandecido, trancou-se em um banheiro do Porto das Barcas, local onde funcionava sua empresa de turismo.

Moares Brito ainda teve uma conversa com um policial, um amigo seu que tentou convencê-lo a se entregar. Mas o desfecho foi fatal: Moares Brito colocou a arma na boca e suicidou.
Empresário Mateus, era concorrente no ramo de turismo
Tristeza, comoção e dúvidas, marcam o clima da sociedade parnaibana. Muita gente não consegue entender a motivação da tragédia praticada pelo empresário Moares Brito. Houve rumores de crime passional e também comentários de que os crimes aconteceram por causa de débitos financeiros entre Moraes Brito e o pai de Mateus Portela.

Um dos mais conhecidos e respeitados jornalistas do Brasil, o comentarista da Rede Globo, Alexandre Garcia, está passando por um delicado momento em sua vida pessoal

Gustavo Nunes Garcia, filho do jornalista com uma arquiteta, foi encontrado morto na madrugada deste domingo (23), em Brasília.

Aos 27 anos, ele estava sem vida no Bloco C, onde morava com a mãe. Ainda não existem informações concretas sobre o caso, já que Gustavo era um garoto muito discreto, segundo depoimentos preliminares.

De acordo com a revista Veja, um inquérito foi aberto para investigar as causas da morte. A Polícia Militar do Distrito Federal trabalha com a hipótese de suicídio, já que Gustavo não teria saído de casa.

O rapaz morava com a mãe na Asa Norte da capital federal. O velório e o sepultamento aconteceram na tarde de ontem, em Brasília, e foi reservado apenas para a família.

Por conta desta perda, Alexandre Garcia ganhou alguns dias de folga da Globo para se recuperar.


Além disso, ele não fará os comentários semanais que são distribuídos para rádios de todo o país, em estados como Minas Gerais, Bahia e Pernambuco.





                   

O empresário Moraes Brito, dono de uma agência de Turismo em Parnaíba, conhecido como "Rei do Delta", assassinou na tarde desta segunda-feira (24) sua esposa. Em seguida, o criminoso atirou contra o empresário Mateus Portela, que também é dono de uma empresa de turismo. Após o crime o empresário se suicidou. O fato ocorreu na sede das agênciasde turismo no Porto das Barcas, centro de Parnaíba. 

Mateus Portela  foi alvejado com três tiros e levado em estado grave para o Hospital Dirceu Arcoverde, onde passou por uma cirurgia de urgência, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Segundo informações da polícia, a motivação do crime foi por problemas com a empresa. Mas segundo populares, Morais Brito teria matado a esposa, por ciúmes, e Mateus Portelafoi alvejado ao tentar defender a vítima.

Portalaz

O juiz da 3ª Vara Federal Adonias Ribeiro de Carvalho Neto recebeu denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-prefeito de Campo Maior, João Félix de Andrade Filho, o “Joãozinho Félix” pelo crime de responsabilidade. Consta na denúncia que, na qualidade de prefeito, Joãozinho Félix deveria ter apresentado prestação de contas de recursos do FUNDEB entre os anos de 2005 e 2010, o que não aconteceu.
Contudo, o ex-gestor Joãozinho Félix apresentou as prestações de contas fora de tempo acarretando a inadimplência daquela municipalidade, configurando o delito tipificado no art. l, inc. VII do Decreto Lei nº 201/67 que é “Deixar de prestar contas, no devido tempo, ao órgão competente, da aplicação de recursos, empréstimos subvenções ou auxílios internos ou externos, recebidos a qualquer titulo”.
A ação penal foi autuada no dia 12 de novembro e distribuída na 3ª Vara Federal no dia 21 de novembro. No mesmo processo também está sendo acusado o ex-prefeito Bona Carboreto.
Fonte : gp1

GERAL